siga-nos
Vestido de Noiva
Não existe uma história que conte a origem do vestido de noiva e porque ele é uma das peças que mais roubam a atenção em um casamento.

Desde a Idade Média as mulheres escolhiam com cuidado o que utilizariam no dia. Até então não existia uma cor que marcasse o vestido.

Para se ter uma noção, na Renascença utilizavam a cor preta. Sobre a origem do vestido branco, não há consenso.

Registros indicam que a rainha Mary Stuart, da Escócia, foi pioneira e aderiu ao branco no século XVI.

Uma das explicações para a escolha foi que Mary Stuart fez uma homenagem à família Guise, de sua mãe, que tinha a cor branca no brasão.

Outro relato é sobre o casamento da rainha Maria de Médici, da França, no século XVII. Natural da Itália, Maria usou uma vestimenta branca, com detalhes dourados e com decote quadrado, causando rebuliço na corte francesa. Diz-se que, apesar de ser de tradição católica, ela se rebelou contra a estética religiosa que indicava o uso de cores escuras, geralmente preto, e vestidos fechados até o pescoço. Michelangelo atribuiu o branco do vestido de Maria de Médici à pureza da moça, que tinha apenas 14 anos.

Já o véu da noiva teria origem na Grécia antiga. Segundo a tradição, ele foi criado para proteger a noiva de maus olhados e também dos seus possíveis admiradores.